Blog ImpulseUP
Diferença entre OKR e KPI

OKR e KPI: qual a diferença e por que aplicar em sua empresa?

Se você tem alguma vivência dentro do mundo empresarial, já deve ter ouvido alguém falar de siglas como KPI e OKR. Talvez você até já tenha tentado entender melhor o que são essas siglas, mas elas parecem confusas. 

Por isso, já adiantamos: OKRs e KPIs, apesar de soarem parecidas, são metodologias diferentes e podem ser os diferenciais que faltavam para o sucesso e crescimento da sua empresa.

Quer entender qual é a diferença entre OKR e KPI e por que usá-los? Continue lendo abaixo!

Primeiro, vamos a uma definição de termos de OKR e KPI:

O que é OKR?

OKR, em inglês, significa “Objectives and Key-Results” ou, em português, “Objetivos e Resultados-chave”. Um OKR é o conjunto de um objetivo, descrito de maneira qualitativa, ampla e inspiracional, e os seus resultados-chave, descritos em termos de metas específicas, provam o cumprimento ou não do objetivo. 

É, portanto, uma métrica de sucesso, pois sabemos que obtivemos êxito no nosso objetivo quando os resultados-chaves traçados são, em grande parte, atingidos.

Importante destacar que a metodologia OKR já é utilizada há algumas décadas por grandes e importantes empresas e já ajudou a impulsionar diversas organizações do Vale do Silício

O que é KPI?

“Key Performance Indicators” (KPIs), em inglês, pode ser traduzido como “Indicadores-chave de Performance”. Tratam-se de um conjunto de indicadores que você escolhe para avaliar como se dá o desempenho de uma ação, iniciativa, projeto ou área. Esses indicadores são quantitativos, mensuráveis e pontuais. 

Diferentemente do OKR, o KPI é uma métrica de controle. Com o monitoramento desses indicadores, é possível observar de que forma uma estratégia adotada pela sua empresa está funcionando ou, literalmente, como está sendo a performance de determinada ação.

A partir da avaliação objetiva desses indicadores, é analisado se uma estratégia é a mais adequada para cumprir um propósito dentro da empresa ou se é necessário mudar para um novo plano de ação. 

Por isso, para cada indicador escolhido, deve existir uma finalidade ou razão, a fim de que sejam selecionados os indicadores mais adequados para monitorar uma performance.

Assim, como alguns exemplos de KPIs, tem-se os seguintes indicadores:

  • Retorno sobre Investimento (ROI);
  • Tráfego, orgânico ou pago, de um site ou blog;
  • Taxas de Turnover
  • Quantidades de Treinamentos realizados;
  • Grau de Satisfação dos Colaboradores (eNPS)
  • Leads gerados no total e por ação;
  • Taxas de conversão;
  • Custo por Lead (CPL);
  • Custo de Aquisição de Clientes (CAC).

Qual a diferença entre OKR e KPI?

Apesar de não serem necessariamente ligados um ao outro e existirem diferenças como ferramentas de gestão, OKR e KPI comumente andam juntos. 

De forma simplificada e utilizando a analogia de uma caminhada: pode-se dizer que o OKR fornece um destino (objetivo) e quais são os passos intermediários (resultados-chave) necessários para chegar a esse destino. Por exemplo:

  • Objetivo: Otimizar os processos comerciais e diminuir desperdícios

KR1: aumentar a taxa de apresentação de propostas em 60%

KR2: aumentar a taxa de fechamento de 20% para 40%

Já os KPIs mostram esses passos estão sendo dados: por exemplo, quantos passos damos por segundo, ou quantos centímetros andamos em um passo. Por exemplo:

  • KPI: garantir 1,6 milhões com novos negócios no primeiro semestre/22

Esse é o ponto essencial que leva à confusão de muitas pessoas a respeito dos dois termos: é preciso entender que KPIs não são metas que devem ser atingidas (como os resultados-chave), mas sim dados que precisam ser observados. Com os KPIs certos, é possível avaliar se a organização está saudável e ver se os planos de ação e metas ainda fazem sentido para cumprir com o objetivo pensado para a empresa.

Como os OKRs e KPIs ajudam a alavancar sua empresa?

Ao considerar essas duas ferramentas, cria-se espaço dentro da organização para estruturar uma gestão estratégica. Os OKRs trazem maior alinhamento de objetivos da empresa com e entre seus colaboradores, maior foco e priorização nos resultados a serem alcançados e maior comprometimento dos colaboradores.

Já os KPIs otimizam tempo ao viabilizar uma análise eficiente dos dados relativos às estratégias da empresa e facilitam a tomada de decisões de quais metodologias utilizar.

Agora que você já sabe qual a diferença entre OKR e KPI, que tal começar estudar mais um pouco cada uma para entender como aplicá-las?

Leia também:

6 razões para implementar OKRs em sua empresa

OKR: aprenda a usar o método de gestão do Vale do Silício | ImpulseUP

Como utilizar indicadores KPIs na Gestão de Performance

Deixe um comentário