Blog ImpulseUP
Cultura de reconhecimento

“Excelente trabalho!” – a importância de uma cultura de reconhecimento

Palavras importam. Quando se fala em valorização em uma empresa, é comum que o foco seja monetário (salário, bônus, vales, etc.). No entanto, o simples ato de reconhecer as pequenas e grandes conquistas de um colaborador é capaz de impulsionar o moral e o desempenho dele. Por isso, manter uma cultura de reconhecimento faz toda a diferença!

A valorização do time é essencial para qualquer empresa. As pessoas dedicam tempo e esforço em suas atividades diárias e não há quem não goste de se sentir apreciado. 

Inclusive, uma pesquisa realizada pela CareerBuilder mostrou que 50% dos colaboradores disseram acreditar que a rotatividade nas empresas seria menor se os gestores simplesmente reconhecessem seus esforços com mais frequência. Ou seja, sentir-se valorizado pode ser decisivo para a permanência ou não em um emprego. 

Mas como valorizar o time e construir uma cultura de reconhecimento?

Como identificar o bom desempenho de um colaborador? 

O reconhecimento de um profissional refere-se a todas as maneiras pelas quais uma empresa mostra seu apreço pelas contribuições e comportamentos dele. Ele pode se dar de diversas maneiras e não necessariamente envolve uma compensação financeira. 

Assim, os objetivos principais de se reconhecer um colaborador é motivar e reforçar uma conduta positiva. E uma empresa pode reconhecer seus colaboradores por situações como: 

  • Conquistas, atingimento de metas, contratos fechados, vendas realizadas;
  • Comportamento (educação, agilidade, positividade, bom relacionamento com os colegas de trabalho);
  • Superação de expectativas;
  • Marcos profissionais e pessoais (aniversário de empresa, promoções, conclusão de cursos).

Reconhecer os colaboradores aumenta o engajamento e a retenção, ajudando a criar um ambiente de trabalho mais otimista no geral. Além disso, mostrar apreço aos resultados aumenta a felicidade do time. Essa foi mais uma constatação da pesquisa mencionada no início deste artigo, realizada pela CareerBuilder.

Por isso, é fundamental que gestores e RH se mantenham atentos às entregas e comportamentos dos colaboradores. Nesse sentido, é possível identificar essas conquistas e méritos de diversas maneiras. Seguem alguns exemplos:

  • Para questões do dia a dia, você pode simplesmente observar o comportamento do colaborador em reuniões, grupos e na relação com os colegas. A reação aos feedbacks, especialmente aos de melhoria, também é um ponto que vale ser analisado; 
  • Evolução de Metas e OKRs: se a sua empresa trabalha com metas e OKRs, acompanhar os resultados é importante para reconhecer as conquistas (as pequenas e as mais significativas); 
  • Avaliação de Desempenho: realizar ciclos constantes de avaliação permite que os gestores acompanhem a evolução de cada um dos colaboradores. Aliás, os resultados servem para embasar e tornar mais justos os reconhecimentos formais como promoções, aumentos salariais e bonificações. 

Se você regularmente reconhecer os funcionários, verdadeira e merecidamente, estará mais perto de liberar todo o potencial deles. 

Cultura de reconhecimento: como demonstrar apreço a um colaborador

Cada empresa possui uma realidade diferente, e o reconhecimento dos colaboradores deve respeitar as características do negócio. No entanto, existem algumas maneiras de reforçar a cultura de reconhecimento que são mais comuns e descomplicadas.

Muitas vezes, um simples agradecimento é suficiente para valorizar um colaborador. As pessoas querem que seu trabalho e conquistas sejam notados. Assim, quando um profissional atinge uma meta, ele se sente realizado. E esse sentimento bom é amplificado quando os outros reconhecem a conquista também.

E vale ressaltar que a celebração não precisa estar, necessariamente, ligada ao resultado. Parabenizar pelo esforço e a dedicação, mesmo sem o êxito, também é bastante motivador. Afinal, nem sempre o resultado é atingido, mas o aprendizado da tentativa fica. Esse tipo de congratulação cria conexões emocionais com o trabalho, influenciando no desempenho futuro.  

Além disso, comportamentos que são valorizados com frequência mostram aos colaboradores o que é importante para a empresa como um todo. Assim, com esse reforço positivo, a tendência é que as ações se repitam e sirvam como exemplo para os demais. 

Ah! Não custa lembrar que os reconhecimentos ganham ainda mais valor quando são públicos. Aproveite os espaços físicos e de comunicação da empresa para dar destaque a quem se superou! Algumas plataformas de Gestão de Desempenho, como a impulseup, permitem que os feedbacks positivos e de reconhecimento sejam compartilhados com toda a empresa e, até mesmo, no LinkedIn.

E é claro que existem ainda as recompensas financeiras e de carreira, como: promoções, bonificações, aumentos salariais e premiações. Estando dentro das possibilidades da empresa, são sempre válidos. 

Inclusive, uma pesquisa realizada pela Quantum Workplace mostrou que quando os colaboradores acreditam que serão reconhecidos por seu empenho, eles têm 2,7 vezes mais chances de engajar com as atividades.

Empresas, sejam facilitadoras!

É fundamental a participação da empresa nos processos de reconhecimento dos funcionários. Quando possível, liberem verba, espaços para celebrações, façam concessões, permitam o uso das plataformas de comunicação. Os gestores e o RH devem se sentir confortáveis e incentivados a valorizar o time.

Com a leitura, fica claro que o mais importante é fazer com que o colaborador se sinta valorizado. Assim, ele se torna mais empenhado a se desenvolver e se engajar com as atividades, tendo um desempenho melhor. Ganha o profissional e ganha a empresa. 

Gostou das dicas? Que tal saber ainda mais sobre Gestão de Talentos? Temos um conteúdo muito interessante sobre o assunto aqui!

Deixe um comentário