Blog ImpulseUP

Burnout: como o RH deve agir para evitar

Com rotinas de trabalho intensas e excesso de responsabilidades no dia a dia, as pessoas tendem a se esgotar emocionalmente. É nesse momento que surge a Síndrome de Burnout ou Síndrome do Esgotamento Profissional.

Continue neste artigo para entender o que é o burnout e como as equipes de RH podem evitá-lo nas empresas.

Conceito de burnout

A Síndrome de Burnout é um distúrbio emocional, desencadeado pelo excesso de trabalho, que leva à exaustão física e mental das pessoas. A principal causa da síndrome são as pressões e responsabilidades na rotina.

O ministério da saúde disponibiliza uma lista com os principais pontos de atenção sobre a doença. Dentre os sintomas expressados em alguém diagnosticado com burnout, estão cansaço excessivo, dores de cabeça e dificuldades de concentração.

Quais as consequências do burnout na empresa?

O burnout causa um impacto negativo na vida de diversas pessoas e na instituição. Um funcionário que sofre com a síndrome diminui drasticamente o seu rendimento no trabalho, o estresse e a ansiedade o impedem de realizar qualquer tarefa, por mais simples que ela possa parecer.

Dessa forma, a produtividade da equipe cai, assim como o desempenho da empresa. Trabalhos em grupo são prejudicados e os relacionamentos entre colegas podem ser abalados. As taxas de turnover também tendem a aumentar nessas situações.

Por isso, uma organização com um considerável quadro de colaboradores que chegam à exaustão precisa rever suas ações internas. Confira algumas estratégias que o RH pode implementar para prevenir o burnout.

O que o RH pode fazer?

O burnout diz muito sobre o clima de uma organização e da atenção que ela dá aos colaboradores. Claro, as pessoas podem acumular compromissos externos ao local de trabalho, mas é importante saber como a empresa pode ajudá-las a exercer suas funções nas melhores condições possíveis. Veja como!

Employer Branding

Pensar na satisfação dos funcionários é um ótimo passo!

O employer branding engloba um conjunto de técnicas que tornam a empresa um bom lugar para se trabalhar. Algumas características atribuídas a essas organizações são um ambiente agradável e um bom clima organizacional, com cultura e objetivos claros a todos os colaboradores.

Planejamento

É mais fácil executar atividades com calma e eficácia quando as demandas estão definidas. Por isso, é importante estabelecer tarefas, objetivos e metas mensuráveis para a organização, mas lembre-se que elas devem ser possíveis de se atingir.

Com planejamento, as atividades serão divididas de forma justa entre os membros das equipes, assim, não há sobrecarga de pessoas. Por isso, utilize um planejamento de RH adequado.

Confraternizações

Momentos de confraternização podem ser uma boa estratégia para abrir espaços de diálogos de forma horizontal entre os membros da empresa. Além de serem oportunidades de quebra de rotina e pausa de descanso no trabalho.

São nas confraternizações que funcionários de diferentes áreas têm oportunidade de se conhecerem, trocarem informações e ideias para a empresa.

Pense na saúde mental

Caso não exista ou não seja possível criar uma política de saúde mental na organização, a equipe de RH pode pensar em eventos e ações pontuais.

Rodas de conversa baseadas nos princípios da terapia comunitária, palestras motivacionais e atividades gamificadas são alguns exemplos utilizados em empresas para engajar os colaboradores a cuidarem da saúde mental.

É importante ressaltar a obrigatoriedade dos momentos como almoço e lanche, as demandas não se atrasarão com essas pausas. Elas são essenciais para manter a produtividade do funcionário.

Fique disponível

Mantenha uma equipe do RH disponível para escutar os colaboradores sobre suas necessidades. É importante colher feedbacks com frequência sobre a empresa, se ele não chegar espontaneamente, faça uma avaliação de desempenho, estruture uma cultura de feedbacks e estimule os membros a falarem.

Conclusão

Para que a instituição mantenhas as atividades atingindo seus objetivos, ela precisa estar atenta a quem faz isso acontecer: os funcionários. Por isso, é importante cuidar da saúde mental e física dos colaboradores e estimular um bom ambiente de trabalho.

Hoje já existem ferramentas que automatizam processos de RH, permitindo às equipes pensarem de forma mais estratégica e dar mais atenção às pessoas. Que tal testar nossa plataforma e conhecer as vantagens que ela pode trazer para o seu ambiente de trabalho?

Deixe um comentário