Blog ImpulseUP
como dar feedback

Como dar feedback para sua equipe

Conforme mostrado em uma pesquisa de Harvard, uma das melhores maneiras de melhorar o desempenho de uma equipe é por meio de um bom feedback. Mas como dar feedback corretamente? É disso que vamos tratar nesse artigo!

Informar aos colaboradores sobre sua performance ao longo do tempo, elogiar os bons resultados e mostrar os pontos que podem ser melhorados contribui significativamente para a melhoria do trabalho de toda a organização.

Porém, é muito importante saber como dar feedback. Isso fará com que seus esforços garantam bons resultados.

Para ajudar a evitar certas armadilhas e melhorar sua atuação RH, trouxemos aqui algumas dicas de como dar feedback.

Bom relacionamento de equipe é o maior diferencial

Uma particularidade do trabalho em equipe é que parte do desempenho depende da boa convivência entre os membros.

Mesmo que o gestor saiba como dar feedback de forma eficiente, problemas de desconfiança mútua podem levar a uma postura defensiva. Isso prejudica a performance de forma geral.

Feedback individual e para equipe são bem diferentes

Existem inúmeras orientações para se alcançar uma ótima avaliação de colaboradores.

Alguns aspectos não mudam conforme o contexto, como, por exemplo, a objetividade do avaliador.

Contudo, quando se fala em analisar membros de uma equipe, é preciso considerar cada cenário.

A atitude padrão de “elogiar em público, criticar em particular”, apesar de perfeitamente válida, não tem o mesmo efeito em um feedback coletivo. Afinal toda a equipe deve estar ciente das falhas para poder colaborar com a solução.

Nesse ponto, o gestor precisará discernir sobre o que é necessário levar a todos e o que terá melhor resultado se informado de forma individual.

O foco deve ser nas qualidades da equipe

Saber como dar feedback não tem a ver apenas com encontrar formas de amenizar críticas.

Já é comprovado que uma postura positiva, focada nas qualidades do time, aumenta o engajamento dos colaboradores.

Outro ponto positivo é a melhora da sinergia durante os processos de trabalho.

Por isso, para um bom gestor, é extremamente importante ampliar as qualidades que já existem. Não basta apenas focar nos pontos negativos que precisam ser melhorados. Ambos são muito importantes.

A necessidade de ser objetivo e específico

Um erro que muitos líderes e gestores cometem ao avaliar suas equipes é escolher critérios muito subjetivos ou se perder em discursos idealizados.

Frases como “vocês são muito bons funcionários” ou “vocês são preguiçosos” não são formas eficientes de orientação ou reconhecimento.

Foque em fatos, exemplos e mudanças de comportamento, sem nunca camuflar uma crítica em um discurso.

Trazer dados para o feedback é a melhor maneira de comprovar os pontos que está propondo melhorias.

Essa objetividade será compensada em práticas realmente resolutivas da equipe.

A importância de ouvir todos os membros

Saber como dar feedback e fornecer treinamentos e capacitações são apenas metade do trabalho.

Também é importante ouvir a avaliação de sua equipe.

Antes de começar a falar sobre sua própria análise, peça que todos os membros exponham seus pontos de vista.

É impossível para uma única pessoa observar todos os detalhes de cada rotina. Então, deixe que esta seja uma tarefa conjunta.

Uma excelente ferramenta aqui é realizar uma análise do clima organizacional.

Como dar feedback no dia a dia

Esperar por uma reunião mensal nem sempre é a melhor maneira de oferecer feedback para a equipe.

Muitos pequenos erros podem ser corrigidos com uma observação pontual e imediata, o que é bem mais eficiente.

Para tirar melhor proveito disso, o ideal é criar uma cultura de fiscalização mútua, em que todos os colegas possam oferecer um retorno saudável e positivo no seu dia a dia.

Além de melhorar o desempenho geral, também é uma forma de tornar o feedback menos aversivo para certas pessoas.

A análise do próprio feedback

Por fim, para aprender como dar feedback com mais eficiência, o gestor também precisará ser avaliado.

Perguntar aos colegas de trabalho quais pontos você poderia melhorar deve ser um hábito, assim como o líder faz com a equipe.

Também é importante que alguém observe os pontos cegos do avaliador. Tom de voz e certas expressões faciais são muito difíceis de controlar e costumam comunicar muito em uma conversa.

Com o auxílio de profissionais especializados, por exemplo, é possível aprender mais rapidamente e dominar esses detalhes.

Agora que você já sabe como dar feedback para sua equipe com mais qualidade, é hora de aplicar esse conhecimento. Tem alguma dúvida ou dica extra? Então deixe um comentário logo abaixo com sua pergunta ou depoimento.

Comentário

Felipe Batalha

Felipe Batalha

Sou formado em engenharia pela UNB, mas atuo na área de Recursos Humanos há mais de 5 anos. Descobri que a gestão de pessoas é a principal competência para o crescimento de um profissional. E, por isso, me aprofundo em estudos sobre Avaliação de Desempenho, PDI, NineBox, People Analytics e muito mais.