Blog ImpulseUP

Como fazer nine box em excel

A matriz nine box é utilizada por gestores de RH e lideranças para analisar o desempenho e potencial dos colaboradores. Ela classifica os funcionários em nove quadrantes diferentes construídos por um eixo horizontal e um vertical. Neste artigo, vamos dar dicas que como fazer nine box em excel.

A nine box é uma boa base para pensar em recompensas, como um sistema de meritocracia ou bonificações. Também serve como um grande auxílio para construir planos de carreira, planos de sucessão e taxas de aumentos salariais.

Ela pode ser utilizada em vários modelos, sendo um deles, em planilhas de excel. Se você não conhece essa ferramenta de avaliação de desempenho, leia nosso artigo com tudo o que você precisa saber antes de continuar este texto.

Construindo uma Matriz Nine box

Você já sabe como funciona um nine box! É uma matriz feita a partir de um eixo x ou horizontal, responsável pela análise comportamental ou de potencial do colaborador, e de um eixo y ou vertical. Este, é responsável por analisar o desempenho, ou seja, as entregas do funcionário. Veja o exemplo abaixo.

Um software pode ajudar a otimizar o tempo da equipe de RH, porém, se o orçamento estiver mais apertado ou o tempo mais corrido, construir um nine box em excel não tem muito segredo. Você precisa apenas de três linhas, três colunas e uma base de dados sobre os colaboradores que separe as informações em eixo x e eixo y.

A matriz

Eixo X ou horizontal

Nas linhas (horizontais), caberão as informações acerca do potencial de desenvolvimento de uma pessoa. Assim, fatores como interesses, inteligência emocional e trabalho sobre pressão podem ser levados em consideração a depender das prioridades da empresa.

Elas devem ser identificadas de cima para baixo como alto (A), médio (M) e baixo (B). Essa será a escala padrão para definir o potencial de cada funcionário.

Eixo Y ou vertical

As colunas (verticais) analisam o desempenho dos funcionários de acordo com as demandas já entregues. Elas são identificadas da esquerda para direita: insira os valores de um a três, eles indicarão desempenho abaixo do esperado, esperado e acima do esperado, respectivamente.

Assim, formam-se os nove quadrantes, que dão nome à matriz nine box. Eles revelam o desempenho e potencial de cada colaborador. Quanto mais acima e mais a direita, melhor. Assim, a parte inferior à esquerda indica baixo desempenho e baixo potencial.

Cruzando os dados

Com os quadrantes desenhados, cada um deve ser preenchido com os nomes dos funcionários. Colaboradores A3, por exemplo, provavelmente terão mais chances de crescimento e de reconhecimento dentro da empresa. Já para um funcionário B1,é necessário um melhor plano de treinamento e desenvolvimento.

Assim, ao relacionar os quadrantes, obtém-se os nove resultados esperados. É possível classificar cada quadrante de acordo com o exemplo a seguir.

Com a matriz pronta, basta identificar o perfil dos profissionais e planejar o desenvolvimento de cada um na instituição. Logo, essa ferramenta pode ser de grande auxílio para a elaboração de um plano de T&D.

Como classificar os colaboradores na Nine box?

É muito importante que essa dúvida seja esclarecida antes de começar a desenvolver uma matriz nine box. O gestor de RH não deve classificar os funcionários com base em opinião, é necessário fundamentar todo o processo em dados.

Uma boa forma de coletar as informações necessárias para essa análise é realizar uma avaliação de desempenho dos colaboradores. Ela fornece argumentos baseados em fatos, assim, proporciona resultados mais precisos.

Experimente plataformas

Existem softwares que integram essas ferramentas e as informações geradas! Isso pode otimizar tempo da equipe de RH e facilitar todo o processo.

Usar uma plataforma de gestão de desempenho possibilita integrar todas as informações de diferentes ciclos, além de unir processos como avaliação de desempenho, feedbacks, PDIs, metas. A ImpulseUP é uma boa alternativa. Que tal conhecer e testar a plataforma? Acesse no banner abaixo.

Deixe um comentário

Vitória Lima

Vitória Lima

Sou graduanda em Psicologia, com enfoque em Psicologia Organizacional e do Trabalho, pela Universidade de Brasília. Atuo nessa área porque acredito que o bem-estar no trabalho pode fazer toda a diferença na nossa vida, uma vez que passamos em média 1/3 do nosso dia a dia no trabalho.