Blog ImpulseUP

Treinamento e desenvolvimento de pessoas

Inseridas em um mercado cada vez mais competitivo, é importante que as empresas tenham profissionais capacitados para oferecer serviços e produtos de qualidade. Empresas que não treinam e desenvolvem seus funcionários, podem enfrentar dificuldades competitivas por falta de gente preparada para seus cargos. Por isso, trouxemos neste artigo um pouco mais sobre Treinamento e Desenvolvimento de pessoas e como ele pode ajudar equipes de RH.

Um bom programa de Treinamento e Desenvolvimento (T&D) ajuda a organização a reter grandes talentos, auxilia no alinhamento com a cultura organizacional e prepara para demandas específicas. Os benefícios são diversos e garantem o desenvolvimento de competências do seu time, além de aumentar a produtividade e diminuir o retrabalho, o que consequentemente reduz os custos gerando uma economia maior para a empresa.

Percebeu como você e sua empresa só têm a ganhar ao investir no Treinamento e Desenvolvimento dos colaboradores?

Diferença entre Treinamento e Desenvolvimento

Treinamento e desenvolvimento de pessoas são conceitos complementares. Ambos visam a capacitação dos funcionários de uma empresa, mas existem diferenças importantes, você sabe quais são?

Treinamento

Os treinamentos são ações que visam capacitar a curto e médio prazo para suprir necessidades imediatas, ou seja, é uma ação de recursos humanos pontual. Por exemplo, você pode notar a dificuldade de uma equipe em executar uma tarefa ou manusear um software e, assim, promover um treinamento que sana essa dificuldade. Portanto, uma oficina prática de poucas horas poderia resolver.

Existem treinamentos para diferentes instâncias, como: habilidades técnicas, motivação, integração e liderança. Assim, a dica é que a equipe de RH saiba oferecer a atividade certa para cada público e situação, tendo em vista que diversos métodos podem ser aplicados.

Desenvolvimento

Já um programa de desenvolvimento de pessoas está diretamente ligado a uma série de treinamentos. Mas para que seja efetivo, ele deve ocorrer de forma contínua e planejada, ao longo de toda a experiência de um colaborador como parte de uma organização.

O desenvolvimento de pessoas engloba um conjunto de práticas de capacitação pessoal e profissional. Dentre elas, podem fazer parte não apenas treinamentos, mas também palestras, conversas, feedbacks e momentos de confraternização.

Quais as vantagens do Treinamento e Desenvolvimento de pessoas?

Quando determinadas tarefas não alcançam o nível de produtividade que deveriam, é feito um diagnóstico que identifica a melhor forma de contornar a situação. São levantados os pontos críticos da realização das tarefas e a partir deles, é criada uma reação às necessidades identificadas e isso se converte em um treinamento.

Não há dúvidas quanto à importância do Treinamento e Desenvolvimento de pessoas nas organizações. Treinar e desenvolver são questões fundamentais para o crescimento de uma empresa e devem acontecer de maneira equilibrada, contando com a orientação dos profissionais de RH.

É importante preparar os colaboradores de todos os níveis hierárquicos para suas respectivas funções, mas também é preciso desenvolvê-los para que estejam preparados para os desafios organizacionais futuros.

Ao investir em treinamento e desenvolvimento, a empresa usufrui de uma série de vantagens. Veja a seguir!

1. Retenção de talentos

Uma organização que busca capacitar os membros de acordo com as necessidades do mercado ou uma que cobra resultados sem treinar e desenvolver a equipe? A primeira realidade parece mais atrativa para quem pensa em traçar uma carreira e se manter em uma instituição.

Assim, um plano de T&D te ajudará a diminuir as taxas de turnover da empresa exatamente por isso. Além de mais preparados, os profissionais que enxergam a capacidade de desenvolver competências dentro de uma organização tendem a permanecer nela.

2. Qualidade de produtos e serviços

Profissionais capacitados produzem melhor que aqueles que não conhecem o padrão de qualidade de uma instituição. Por exemplo, um recém-chegado na empresa pode replicar metodologias de experiências anteriores se não tiver orientação.
Agora, imagine 20 pessoas aplicando métodos diferentes na criação de um mesmo produto ou prestação de um mesmo serviço. Não existirá um padrão e isso provavelmente vai refletir na qualidade do produto final, visto que não há como garantir as características que chegarão ao consumidor final.

3. Produtividade

A prática leva a perfeição? Talvez, mas certamente ela melhora e agiliza a execução. Com treinamento e capacitação o colaborador pode otimizar seu tempo de trabalho e produzir mais e melhor.

Dessa forma, a empresa investe no time e obtém retorno. Ela reduzirá custos de contratação de novos profissionais para a execução de mais trabalhos. O profissional capacitado saberá o que fazer e será capaz de atuar em diversas demandas.

4. Atualização

Na busca de novos treinamentos e atividades de desenvolvimento pessoal e profissional, a equipe de RH precisa se manter atualizada com as tendências e novidades do mercado. Assim ela saberá para que os colaboradores devem ser preparados e buscará novas ferramentas que tragam mais eficiência às atividades diárias da organização.

Novas tecnologias surgem diariamente e sua equipe não pode ficar defasada quanto a isso. Atualmente, existem plataformas que podem otimizar diversos processos dentro de uma organização, como algumas tarefas de marketing e até mesmo de RH.

5. Motivação

Um profissional que percebe o investimento da empresa em seu desenvolvimento pessoal e profissional se sente valorizado. Isso traz benefícios a todos! Melhora o clima organizacional, a saúde e qualidade de vida no trabalho, além de motivar o colaborador na execução do serviço.

Dessa forma, uma equipe motivada produz com mais qualidade e atrai bons parceiros e profissionais à instituição!

Como aplicar Treinamento e Desenvolvimento de pessoas?

O que é T&D, a sua importância, as vantagens e os benefícios de um bom programa de Treinamento e Desenvolvimento de pessoas em uma organização já ficaram bem claras. Agora você só precisa saber aplicar na sua empresa!

Diagnóstico

Em todo o processo de T&D, os profissionais de RH são peças-chave. Normalmente, a cultura de treinar e desenvolver profissionais emerge desse setor, já que são os responsáveis pela contratação de novos talentos e formação das equipes.

Entretanto, vale lembrar que pensar no desenvolvimento dos colaboradores também é papel da alta liderança, pois se eles não se engajarem o trabalho do RH é perdido.

É muito comum o uso de procedimentos para recolher dados inteligentes da situação dos colaboradores, por parte do RH. Dois deles são a avaliação de desempenho e a pesquisa de clima, estes oferecem informações muito relevantes que podem ser levadas em consideração pelos gestores e pelo RH no momento de decidir os possíveis temas de treinamentos.

Para planejar um programa de T&D, é preciso saber quais são as necessidades de desenvolvimento do seu time e as dificuldades da empresa. A equipe de gestão de pessoas deve estudar e traçar os pontos que precisam ser melhorados dentro de cada equipe. E se uma Avaliação de Desempenho já é feita de forma contínua, metade do caminho já está percorrido.

Caso não, é hora de obter informações das equipes. A comunicação clara e objetiva com os funcionários é o melhor canal para essa troca. Você pode aplicar questionários, facilitar rodas de conversa e dinâmicas. Entenda o que os funcionários têm a oferecer e no que precisam se aprimorar.

Quer saber mais sobre como fazer um bom Levantamento das Necessidades de Treinamento (LNT)? Clique aqui e confira nosso artigo!

Planejamento

O ponto mais relevante do planejamento é compreender como será traçada a estratégia para passar conhecimento e desenvolver habilidades, conforme identificado na etapa de compreensão das necessidades.

No planejamento é feito todo o raciocínio de estrutura do processo de treinamento. Isso engloba uma série de fatores, como o que será ensinado, por quais meios, a necessidade desse processo, até o local a ser realizado e qual investimento será feito.

E agora que você sabe do que suas equipes e colaboradores precisam, pense na trajetória dessas pessoas dentro da instituição. Pense o que precisa ser trabalhado de imediato e o que deve ser construído com o tempo. A partir daí, pontue os treinamentos nos quais vale a pena investir.

O planejamento é a etapa onde você deve colocar no papel as ações que serão elaboradas e colocadas em práticas. Então, estabeleça prazos, objetivos e metas para cada uma delas, assim como um responsável pela execução. E lembre-se que cada evento terá um custo, sendo importante alinhar seus planos ao orçamento disponível!

Execução

Nesse ponto as ideias já estão claras e cada ação planejada. Chegou a hora de executar! A equipe de RH deve acompanhar de perto o andamento de cada passo, auxiliar os ministrantes, observar as reações e retornos dos funcionários. É preciso dividir as tarefas entre a equipe de RH e os responsáveis pelo ensino.

Antes de iniciar os treinamentos, os responsáveis pelo desenvolvimento do programa devem produzir os materiais que serão usados, e esses devem estar alinhados com a metodologia a ser utilizada. Também é preciso preparar o local dos treinamentos, independentemente de ele ser presencial ou a distância.

Avaliação

Após a realização dos treinamentos, é necessário fazer uma avaliação das atividades e também verificar como está o grau de maturidade profissional dos funcionários após terem passado pelos processos.

É essa análise que tornará possível compreender se o treinamento trouxe para a organização os resultados esperados ou não. Analisar os resultados das capacitações de treinamento e desenvolvimento é fundamental para avaliar a efetividade dessas atividades, corrigir estratégias e direcionar melhor os investimentos.

Clique aqui e acesse nosso artigo sobre como medir os resultados do Treinamento e Desenvolvimento!

Além de medir os resultados, peça feedback para os funcionários, para os palestrantes e para a equipe interna que participou do processo. Saiba quais ações funcionaram e quais precisam de melhorias. Pontue cada observação das equipes, pois elas te ajudarão a planejar treinamentos eficazes que trarão retornos cada vez mais representativos.

Por fim, sempre acompanhe os colaboradores e os ajude a traçar os próximos passos dentro da empresa. Quanto mais eficiente forem os processos de Treinamento e Desenvolvimento, melhor será o resultado!

Conclusão

Neste artigo vimos que um bom programa de Treinamento e Desenvolvimento (T&D) garante o desenvolvimento de competências do seu time, além de aumentar a produtividade e diminuir o retrabalho. Ou seja, a empresa só tem a ganhar ao investir no crescimento de seus colaboradores!

Mas agora você já sabe o que é, qual a importância, as vantagens e também como aplicar um programa de Treinamento e Desenvolvimento na sua instituição, que tal aprender sobre os indicadores de T&D? Confira aqui!

Comentário