Blog ImpulseUP
people-analytics

O que é people analytics e qual sua importância na organização?

Com a necessidade de uma atuação estratégica, o setor de RH cada vez mais utiliza ferramentas para uma abordagem mais eficiente na gestão de desempenho, por exemplo, o People Analytics.

O People Analytics foi usado pela primeira vez no treinamento de um time de beisebol nos Estados Unidos e está sendo adotado por empresas nos mais diferentes ramos de atuação, alcançando excelentes resultados.

Mas o que é o People Analytics e como ele pode melhorar o desempenho da sua empresa? Vamos falar sobre isso neste artigo.

O que é People Analytics?

O People Analytics pode ser definido como a coleta, análise e interpretação de dados para entender os comportamentos e prever resultados.

Quando usada no ambiente de trabalho, essa metodologia pode ajudar no aumento da produtividade da empresa, promovendo um maior engajamento e motivação dos funcionários.

O direcionamento para o setor de RH foi desenvolvido no Google pelo diretor da empresa na América Latina, entre 2006 e 2010. O foco principal era aumentar o desempenho da equipe sem a necessidade de contratar novos talentos.

Em seguida, o People Analytics foi usado para aumentar o engajamento e reter os profissionais, já que as pessoas que trabalham no Google sempre recebem propostas de outras empresas.

O uso dessa ferramenta está crescendo nas demais empresas. Um estudo realizado pela Deloitte apontou que as organizações estão montando equipes de People Analytics e desenvolvendo soluções a partir da observação de dados.

O reconhecimento dessa ferramenta é a comprovação de que as empresas perceberam que o seu capital mais valioso são as pessoas e que se preocupam em entender o que deve ser feito para melhorar o relacionamento com os colaboradores.

Como o People Analytics transforma a Gestão de Pessoas

Com o People Analytics, os diretores têm condições de tomar decisões mais estratégicas, que podem ajudar no crescimento da organização de maneira consistente.

Com os dados coletados, os profissionais de RH conseguem construir análises, fornecendo subsídios para que os gestores tenham uma visão ampla do capital humano da empresa.

Dessa forma, o RH consegue atuar de maneira proativa e eliminar prejulgamentos que podem interferir na gestão.

Abaixo, mostraremos algumas transformações que o People Analytics provoca:

Melhora na liderança

Boa parte dos funcionários do Google são aversos à hierarquia, inclusive os cofundadores Larry Page e Sergey Brin, que, ao questionarem a necessidade de gestores nas empresas, realizaram uma análise para tentar comprovar suas crenças — o projeto Oxigênio.

Os resultados apontaram que uma boa liderança é capaz de aumentar o engajamento e tornar a equipe mais produtiva.

Além disso, eles conseguiram identificar quais características esse líder deve ter para conseguir bons resultados.

Engajamento dos profissionais

Muitas empresas estão usando os dados do People Analytics para aumentar o índice de engajamento.

Um estudo de caso realizado pela empresa McKinsey mostrou uma seguradora norte-americana com problemas de desgaste nas relações entre colegas e alta rotatividade nas equipes.

Como primeira opção, a instituição começou a oferecer um bônus para os trabalhadores que continuassem na empresa. Mas a tentativa fracassou.

Foi realizada uma segunda ação reunindo dados detalhados de todos os funcionários, incluindo perfil demográfico, formação, resultados da avaliação de desempenho e benefícios.

A partir disso, foram identificados alguns dos motivos que afetavam a retenção de talentos, como o longo período entre promoções e baixo desempenho da gestão.

Dessa forma, a empresa pôde tomar as devidas providências para resolver o problema e melhorar o engajamento.

Melhora da performance dos colaboradores

A aplicação do People Analytics na análise do desempenho dos funcionários mostra características que são ignoradas em uma avaliação mais superficial.

Alguns fatores que levam ao aumento dos índices de rendimento identificados pela observação dos dados obtidos com a ferramenta são:

Relacionamento

Isso pode parecer óbvio para os gestores de empresas que conversam e dão feedbacks para os funcionários, mas não são todas as empresas que são assim.

Um clima de amizade faz toda a diferença nos níveis de produtividade.

Afinal, o colaborador precisa se sentir confortável e bem recebido no local de trabalho para produzir melhor.

Valorização

Altos salários e compensações não têm um resultado tão bom sobre a performance.

Outros fatores como treinamentos e qualidade da liderança costumam produzir um impacto mais positivo.

Aumento da produtividade

Em outro estudo — o projeto Aristóteles — o People Analytics identificou que, para os executivos, eficiência equivale a produtividade. Para os funcionários, a cultura organizacional é a métrica mais relevante.

O projeto também ajudou a identificar quais são os 5 fatores mais importantes para a formação de um bom ambiente de trabalho, tendências que também passaram a ser adotadas por diversas empresas.

Mudança nas avaliações de desempenho

O uso de big data está promovendo uma revolução no RH e abrindo novas possibilidades.

As avaliações de desempenho anuais estão sendo complementadas e, às vezes, até substituídas pela análise de dados obtidos em entrevistas com os funcionários.

Todas essas informações estão ajudando as empresas a entenderem o que os colaboradores esperam e o que pode ser feito para aumentar o envolvimento no trabalho.

Abordagem diferente nas pesquisas de clima organizacional

Uma pesquisa realizada pelo Impact Achievement Group e HRmarketer descobriu que 48% dos participantes afirmaram não acreditar nos resultados das pesquisas de clima organizacional e 58% concordaram que os resultados não ajudaram os gestores a ter um melhor entendimento de como o ambiente de trabalho pode ser melhorado.

O People Analytics oferece uma coleta mais apurada dessas informações, fornecendo insumos para uma mudança realmente significativa e que afete verdadeiramente a cultura da empresa e os funcionários.

É importante lembrar que os números não são úteis sem uma interpretação coerente. Para que o People Analytics funcione, é necessário contar com pessoas capazes de traduzir esses números e propor mudanças.

Um departamento de RH de sucesso consegue alinhar a tecnologia às iniciativas e demandas da empresa, oferecendo soluções que realmente vão melhorar o desempenho da organização.

Ou seja, o uso da tecnologia de maneira isolada não vai trazer os resultados esperados.

Percebeu como o People Analytics faz toda diferença na organização?

Pois agora que você já sabe o que é o People Analytics e como ele transforma a empresa, que tal começar a utilizá-lo?

Deixe um comentário

Felipe Batalha

Felipe Batalha

Sou formado em engenharia pela UNB, mas atuo na área de Recursos Humanos há mais de 5 anos. Descobri que a gestão de pessoas é a principal competência para o crescimento de um profissional. E, por isso, me aprofundo em estudos sobre Avaliação de Desempenho, PDI, NineBox, People Analytics e muito mais.